11 de fev de 2010

Forte dos Andradas


O Forte dos Andradas recebeu este nome pelo Decreto nº 5.002, de 27 de novembro de 1942, em homenagem aos irmãos José Bonifácio, Antônio Carlos e Martim Francisco de Andrada e Silva, ambos personagens importantes do cenário político brasileiro, no tempo do primeiro império e no Período Regencial. Foi projetado pelo Tenente-Coronel de Engenharia João Luiz Monteiro de Barros com início sua construção em 1938. Ele possui uma estrutura edificada no rochedo da ponta do Munduba, ao sul da Ilha de Santo Amaro, com um complexo sistema de túneis, câmaras subterrâneas e elevadores.

(entrada do forte, localizada no bairro do Guaiúba)


Seu objetivo atual é abrigar a 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea do Exercito, e com o apoio do 2º Grupo de Artilharia Antiaérea (Forte Itaipu, na cidade de Praia Grande) e o 2º Batalhão de Infantaria Leve (2ª B.I.L.), em São Vicente, integram a defesa da costa brasileira e do Porto de Santos.

(Mapa Militar de Santos)


Apesar de estarem numa base fixas, as Artilharias Antiaéreas (AAAe) podem atuar em qualquer parte da região sob sua guarda através de unidades móveis e mísseis antiaéreos portáteis (Msl Ptt AAe). Tais mísseis foram muito eficientes na Guerra do Golfo, onde o Iraque mostrou-se resistente contra a força de Coalizão; e na Guerra de Kosovo, que na época, fora criado um verdadeiro escudo antiaéreo contra as tropas da OTAN, superado apenas por aviões que voavam além 3.048 metros e caças invisíveis aos radares (até então um projeto ultra secreto americano). O Msl Ptt que o Exercito usa atualmente é o IGLA (de fabricação Russa), portador com tecnologia Fire-Forget (atire e esqueça) e pode ser disparado até por lançador de ombro.


O Forte dos Andradas, no governo Lula, serviu de repouso para as férias do presidente da republica pelo faro de lá abrigar um cassino de oficiais e uma das praias mais reservada do Guarujá.

(Fonte: Wikipédia e Exercito Brasileiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Blog Guarujá Web, história e curiosidades do Guarujá. Escrito por Francisco Farias Jr | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis