20 de mar de 2010

A Cobal Guarujá




COBAL, Companhia Brasileira de Alimentação, fora um órgão estatal criado no Governo de João Goulart em 1962 com o intuito de distribuição e barateamento de alimentos à população. Durante o governo militar a COBAL recebeu grandes investimentos para sua ampliação no país, além de ter criado condições para uma melhor concretização da CEASA (Centro Estadual de Abastecimento).

Em meados da década de 1980 o Brasil abria-se à democracia, controle da inflação e decretava moratória para sua divida externa, onde a COBAL passava a fazer sentido aos principais fundamentos antes criados, principalmente o controle da carestia. Foi também no início de 1980 que é aberta licitação para a construção da COBAL Guarujá pelo prefeito da época Jayme Daije.


Em 1990, no governo do presidente Fernando Collor que pretendia abrir o país aos investimentos estrangeiros, a COBAL foi integrada por lei federal a mais três empresas estatais, a Companhia de Financiamento da Produção (CFP) e a Companhia Brasileira de Armazenamento (Cibrazem), Formando a CONAB. O fechamento de suas instalações foi inevitável e as edificações ficaram abandonadas a Deus dará. Aqui no Guarujá a COBAL funcionou até o início do governo Collor.

Em Maio de 2006, na gestão do Prefeito Farid Said Madi e com investimento 4,8 Milhões do banco Banespa, a área de 9 mil metros quadrados da COBAL Guarujá fora reutilizada para a construção do atual paço municipal, projetado pelo arquiteto Dagoberto Borttocchio. O Esqueleto de concreto e bolor, que outrora denegria a imagem da cidade, torna-se agora um prédio colorido e imponente.

Texto alterado dia 11/09/2010.
(Fote de pesquisa: Jornal A Tribuna, 08/02/1980 e Google News )

0 comentários:

Postar um comentário

Blog Guarujá Web, história e curiosidades do Guarujá. Escrito por Francisco Farias Jr | Blogger Template by Enny Law - Ngetik Dot Com - Nulis